Confira as principais informações da live da editora NewPOP (18/06/2020)

Saiba mais

Na noite desta quinta-feira, 18 de junho de 2020, a editora NewPOP realizou mais uma transmissão ao vivo, por meio de seu canal no Youtube, para conversar com os consumidores, dando algumas informações e respondendo perguntas.

Semana passada, a editora tinha dito que a live seria sobre Given com vários membros da empresa, mas ela acabou adiada por conta de uma série de contratempos. Ela deve ocorrer semana que vem. Nesta semana, novamente apenas Junior Fonseca, o dono da editora, fez a live. A seguir, resumiremos apenas o que de mais importante foi dito pela empresa:


A Voz do Silêncio: ainda sem novidades quanto à nova edição da obra. A empresa disse que como é um formato novo, tudo é mais demorado.

Citrus #06: ainda sem previsão de lançamento, mas, como a editora já comentou antes, quando sair voltará em periodicidade mensal.

Given #02: ele é um mangá em periodicidade bimestral, então o segundo volume da obra deve sair no checklist de julho. Em breve deve começar a pré-venda.

GTO #13: como muitas pessoas ainda tinham dúvidas sobre o porquê de a empresa não estar lançando novos volumes de GTO, a editora disse que fará um novo podcast para explicar novamente o motivo de a obra não estar saindo. Fica valendo o mesmo que a editora já tinha dito antes (clique aqui para saber mais).

Joy Second: ainda sem data de lançamento, mas como a obra é um volume único, deve sair antes das outras obras anunciadas recentemente (Aku no Hana e Devil Ecstasy).

Log Horizon #05: está programado para o segundo semestre. Ele estava programado para sair próximo do lançamento da nova temporada do anime, mas mesmo com o adiamento da temporada a editora pretende lançar o volume ainda este ano.

Made Abyss #08: a editora está trabalhando na obra, mas ainda não tem uma data específica para lançar ele.

Patrulha Estrelar: sem previsão por enquanto. Já está tudo traduzido, mas ainda faltam outras coisas, como a aprovação de capa. A capa nacional será exclusiva do Brasil.

Re:Zero #13: a editora repetiu que pretende lançar o volume o mais próximo possível da estreia da nova temporada do anime, mas como a temporada começa no início de julho, não deve dar tempo.

Shakugan no Shana: sem previsão no momento, mas tanto o mangá, quanto a light novel devem retornar ainda este ano.

Solo Leveling – Livro #01: a publicação do número inicial irá atrasar. Ele está sendo traduzido diretamente do coreano e a editora está consultando os detentores dos direitos sobre certos termos da tradução da obra.

Terra das Gemas (Houseki no Kuni): ainda sem novidades. Como é uma obra com contrato mais antigo e um título mais longo, por enquanto ele não vai sair, para não ter que parar a publicação no meio e esfriar o público. A editora explicou com o caso de GTO. Como ele está parado há muito tempo, a editora vai ter que fazer todo um novo trabalho de divulgação da obra. A NewPOP apenas repetiu que a edição brasileira terá o efeito holográfico na capa.

Outras obras do Shuzo Oshimi?: é do interesse da editora continuar a publicar outras obras do autor, mas obviamente depende das vendas dos títulos anunciados e de que nenhuma editora concorrente atravesse a NewPOP e vá atrás das demais obras do autor.

Trabalhar na NewPOP?: sem vagas no momento, mas a editora está sempre atrás de tradutores. Basta entrar em contato, por e-mail, com a empresa.

É possível a NewPOP lançar uma light Novel de uma obra cujo mangá está sendo publicado por outra editora?: a empresa disse que se a outra editora deixar claro que não tem interesse na light novel, fica mais fácil, pois não tem nenhuma barreira, do contrário é uma situação muito complicada. Ou seja, é preciso um pronunciamento oficial da editora brasileira ou mesmo da editora japonesa.

Light Novels mais longas como Re:Zero podem aparecer?: Sim, mas não no momento.

***

Vários outras coisas menos importantes foram falados, mas uma delas vale a menção: Uma pessoa (possivelmente nova nesse meio) perguntou sobre o porquê de a NewPOP não poder lançar obras que saem por outras editoras. Nessa pergunta, essa pessoa ainda citou o caso de certos livros saírem por diversas editoras, mudando apenas a capa e tradução. Junior Fonseca explicou que o motivo desses livros saírem assim são porque eles são de domínio público, já os mangás (e os livros de modo geral também) possuem contrato de exclusividade para o país, então nenhuma outra empresa pode lançar.

Domínio Público, para quem não sabe, são obras que podem ser exploradas livremente, sem necessidade de pagar direitos autorais. Geralmente, uma obra fica em domínio público 70 anos após a morte do autor. Um exemplo de obra em domínio público é o livro O Pequeno Príncipe. Se você quiser abrir uma editora e lançar O Pequeno Príncipe você pode sem qualquer burocracia, basta que alguém traduza o livro do francês. Mas se você quiser lançar Harry Potter, você precisaria adquirir os direitos autorais, mas como a série está com outra empresa, você não conseguiria.

No caso de mangás, um exemplo seria Osamu Tezuka. Ele morreu em 1989, então em 2060 qualquer editora poderá lançar os mangás dele sem precisar pagar direitos autorais e sem ter exclusividade no país. Ou seja, se existir um mercado de mangás no Brasil até lá, poderíamos ver, por exemplo, uma edição de Adolf saindo pela Panini, outra pela NewPOP, outra pela Conrad, outra por qualquer outra editora, tudo simultaneamente. Hoje, em 2020, apenas uma editora poderia licenciar Adolf.


4 Comments

  • Francisco

    Log Horizon #05: estou a quase 2 anos esperando, não sei nem se quero mais essa obra, mas obrigado por divulgar q a Newpop pretende lançar mais volumes

    • To na mesma. Eu adorava Log Horizon na época que saiu, mas hoje eu sou super mega indiferente por causa da minha falta de contato com a obra.

  • Elso

    Resumindo GTO
    Série grande que não deve estar vendendo muito. Devem concluir, mas talvez em 2022 deve continuar a publicação.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: