Panini licencia “Jojo Bizarre Adventure”

Jojo's_Bizarre_Adventure_(Classic_English_Logo_Vector)Aquele título muito esperado…

A editora Panini anunciou hoje, durante a CCXP, que finalmente lançará no Brasil o mangá, Jojo Bizarre Adventure, de Hirohiko Araki. A obra está em publicação no Japão desde os anos 1980 e possui mais de 100 volumes, dividindo em sagas distintas.

A editora licenciou as três primeiras sagas da franquia. Assim como na Argentina e na Espanha, a edição brasileira será baseada na versão bunko. Desse modo, se seguir igualzinho ao que foi publicado no Japão, teremos 17 volumes do mangá, divididos da seguinte forma:

“Phantom Blood”: 3 tomos.
“Battle Tendency”: 4 tomos.
“Stardust Crusaders”: 10 tomos

Jojo 01

Devido à popularidade que a obra ganhou nos últimos anos devido às adaptações animadas, um mundo de pessoas começaram a pedir pelo título, mas ele era um dos mais difíceis de ser trazido ao país. A Panini já havia tentado trazer o mangá antes, mas não havia conseguido licenciar a obra devido às inúmeras exigências dos japoneses. Agora, finalmente a Shueisha cedeu.

Mais informações em breve.

***

Além de Jojo, a Panini anunciou outras duas séries, Children of The Sea (saiba mais clicando aqui) e Innocent (saiba mais clicando aqui).

Curta nossa página no Facebook

Nos siga no Twitter

BBM

Anúncios

22 Comments

  • Vinicius Martins Salustiano

    QUASE SURTEI QUANDO VI, SÉRIO ANÚNCIO DO ANO PQP!

    Se vier num papelzinho off-set eu compro nem que eu tenha que dropar alguma coleção minha.

  • anon

    2018 com Hokuto e Jojo… amém!!! E já que vão lançar essa versão com mais páginas, espero que tenha um acabamento legal!

  • Guilherme

    Não sei se fico feliz por finalmente ter Jojo no Brasil ou triste por ser da Panini…

    • JMB

      A julgar pela qualidade que as editora vem apresentando, também preferiria que viesse pela JBC ou NewPOP. Mas como era praticamente impossível para essas duas trazerem um título tão grande, geral vai ter que se contentar com a Panini (que pode fazer um ótimo trabalho sim, basta querer).

      Agora, os Paninitards devem ter tido orgasmos múltiplos ao receberem essa notícia.

  • Guilherme

    No texto sobre porque não lançariam Jojo no Brasil o kyon disse depois do update que existia sim possibilidade mas não deveríamos esperar que acontecesse tão cedo…é kyon, vc provavelmente nunca se sentiu tão feliz por estar errado hahaha!!!

    • Eu falei isso, pois o mercado espanhol é bem maior do que o brasileiro, então não era algo que aconteceria tão rapidamente.

      Mas desde semana passada a gente já desconfiava que Jojo chegaria por aqui também, pois ele foi anunciado na Argentina, que é um mercado muito menor do que o nosso^^.

  • julia

    Finalmente! Eu não ligo se for caro eu vou comprar pq JOJO FINALMENTE VEIO PARA O BRASIL!! QUEM DISSE QUE ERA IMPOSSÍVEL TEM QUE SE CALAR AGORA!

  • JMB

    Só tem uma coisa que achei triste com esse anúncio: a piada sobre o público perguntar em todo santo evento por JoJo morreu 😢.

  • Harlley

    Aí meu, tô vendo que em 2018 vou ter que fazer que nem o Julius, arrumar 2 emprego são tutítulos de mais. Amém por esse título finalmente chegar ao Brasil.

  • Infelizmente, nem que venha com off-set ou papel superior, não poderei comprar a obra. E não é somente por vir pela Panini. Tem muita coisa que estou dropando involuntariamente por falta de dinheiro, espaço e outras prioridades…
    Além disto, altos preços aliados ao fato de quer ficar pesquisando/caçando promoções para se pagar um preço melhor, está bem complicado, pois demanda tempo, coisa que tenho cada vez menos…=(

    • Carne Moída

      Te compreendo cara, estou passando pela mesma situação. Para você ter uma ideia e espero que isso não aconteça contigo, fui obrigado a vender toda minha coleção de HQs e mangás para poder literalmente botar comida na mesa e pagar as contas. Eu tinha quadrinhos raros que você não encontra nem no Mercado Livre ou em sebos da vida. Mas depois de estudar bastante sobre controle financeiro e investimentos, pude novamente recomeçar a consumir os mangás. Só que agora estou bastante seletivo nas compras. Cheguei inclusive a montar uma planilha de lançamentos para ter uma estimativa de quanto eu gastarei por mês. Tenho estimativa de gastos até o ano de 2021, que é quando será finalizado o mangá Lobo Solitário. Mas te digo uma coisa cara, o ensinamento mais valioso que aprendi quando tive que vender toda minha coleção foi de ter deixado de ser COLECIONADOR para passar a ser apenas CONSUMIDOR. Hoje eu consumo/leio mangás, não coleciono mais. E isso tem uma grande diferença, principalmente no meu bolso.

      • @Carne Moída, por enquanto posso dizer que ainda estou relativamente longe de “vender toda minha coleção de HQs e mangás para poder literalmente botar comida na mesa e pagar as contas”, mas sei que isto é um duro golpe em qualquer colecionador.
        Acho que quem consome quadrinhos, quem gosta mesmo, nunca deixa de consumir, só para enquanto a situação estiver ruim…rs

        Sobre o ensinamento que esta parte dura da sua vida te trouxe, realmente ser apenas consumidor/leitor tem uma grande diferença em relação a ser colecionador. Basicamente o leitor é totalmente desapegado, enquanto o colecionador sempre coleciona pensando no dinheiro que investiu (geralmente não se pensa em “gasto” e sim em “investimento”, mesmo que se tenha um conceito errôneo nisto) e na possibilidade de reler aquela obra comprada. Já cheguei a cogitar esta ideia, mas para mim isto não funcionaria no momento, porque compro muuuuuito, e não tenho lido absolutamente nada, exatamente pela falta de tempo. Se tenho um tempo para ver um anime ou ler um mangá, vou preferir ver um anime…
        E é aí que entra a questão atual, acho que é melhor parar de comprar mesmo (seja como colecionador ou apenas como leitor) do que continuar comprando, se nem ler estou conseguindo…
        O seu argumento é bom, e válido para muitas pessoas em situações parecidas. Mas, não sei se funcionaria comigo apenas virar o lado da moeda para ser somente leitor/consumidor, já que como leitor, acho que teria ainda mais apreço aos meus gastos consumindo quadrinhos e minha busca por preços mais baixos/promoções seria ainda maior.
        Acho também que para ser leitor você precisa ter um tempo mínimo para ler aquelas coisas que está comprando e (necessariamente) acompanhar as séries. No meu caso, nem tenho tempo para acompanhar 5, 10 ou mais mangás diferentes, além ainda de NÃO GOSTAR de fazer isto, além ainda de NÃO GOSTAR de ler/ver nada NÃO-FINALIZADO. Ou seja, sou completamente complicado neste quesito e seria muito mais difícil para mim me tornar um leitor, do que “simplesmente” parar de colecionar todo e qualquer mangá.

        • rafael

          Caramba, salvo essas exceções entre comprar comida ou comprar manga, eu acho complicado algumas afirmacoes. Nao estou em tom de critica nao, mas ao meu ver, consumir QUALQUER tipo de coisa, requer um minimo de energia (tanto financeira, quanto fisica e etc). Novamente nao estou criticando, mas quem curte mangas, livros, quadrinhos e derivados, tem ja calculado um cota disso no orçamento, mesmo que “inconscientemente”. Entre ser um colecionador ou consumidor, eu vejo isso de maneira muito dificil de desassociar pq alguem que paga, digamos 45 reais em algum livro, depois de ler vai simplismente descartar, eu creio ser mto impossivel isso. Quem compra vai consumir e colecionar ou simplesmente, ou nao compra. Esse lance de faltar dinheiro eu nao acredito muito, sim é um hobby custoso, mas nao é impossivel. É o mesmo que tomar uma cerveja com amigos todo fim de semana, ou comprar cigarros, ou mesmo ir ao cinema sei la…. sao custos ja pensados. Nao ter tempo, grana e etc para comprar ou nao eu acho mto relativo… sao escolhas.

          • Carne Moída

            @Rafael, entendo seu ponto de vista, porém o meu caso foi bastante complicado mesmo, diria inclusive que foi uma exceção que eu não pude evitar. Mas quer saber? Foi a melhor coisa que eu já fiz como amante de mangás. É claro que foi doloroso demais ter feito isso, mas hoje vejo pelo lado positivo: voltei a ter o prazer de consumir mangás à moda antiga, daqueles tempos em que eu era moleque e bisbilhotava uma banca de jornal até encontrar um título interesse, comprar e voltar para casa correndo para ler. Sem querer ofender os colecionadores, longe disso, mas como “ex-colecionador”, eu me sentia obrigado a comprar quadrinhos apenas por comprar, só para enfiar na minha estante repleto de mangás não-lidos e deixar empoeirando sem nunca sequer ter tido o trabalho de abrir a 1ª página. Fora que “colecionar” implica seguir várias regras: como manter conservado os mangás como se fossem jóias raras em saquinhos plásticos e em um local arejado, pensar em “revender” para ter lucro futuramente e ter um cuidado extremo em manusear para evitar de ter avarias. Todo esse ritual era deveras chato de seguir e muito custoso também. Hoje eu não me importo se os meus mangás vão ficar amarelados, amassados, etc., porque é para consumo próprio, não tenho intenção de revender ou “ostentar” nas prateleiras. O meu caso era similar ao do usuário @Sennaffogo, comprava apenas por comprar e nunca lia. Hoje eu compro e já leio. Não tem coisa mais prazerosa do que isso em se tratando de mangás. Perdoe-me se eu fui rude em algum momento, não era a minha intenção, apenas quis expor um ponto de vista diferente.

          • rafael

            @carne De forma alguma man, vc foi extremamente educado! E tb tem esse ponto que n comentei, o de comprar apenas para ter e nao saborear a leitura! Acho que esse mundo dos colecionadores hardcore é mesmo mto sofrido, compara varias edicoes ou mesmo comprar e nunca ler ou abrir o produto!
            Vc teve uma excelente decisão em abdicar disso e finalmente curtir os mangas… Eu mesmo faco isso, abro e leio e releio sempre. Agora esse mundo de comprar apenas e se sentir mal por nao fazer isso beira um TOC ne! Imagino o quanto tu sofria, com a obrigação de comprar, gastar e ainda se penalizar por nao ler e n poder curtir o produto para evitar machucados! Vc ta mais leve e ta comprando e finalmente curtindo! A minha colecao particularmente eh assim mesmo, eu cuido mas sempre releio e os amarelos eh de lei…. rs

  • gilberto.

    Dependendo do formato, eu compro. Estou com muita coisa em andamento e atrasada, não sei como faria para colocar mais coisa na lista de compras.

Comments are closed.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: