Quais as obras mais longas de cada editora brasileira?

JBC, NewPOP e Panini

Você sabia que até a presente data a NewPOP jamais publicou mais do que 12 volumes de uma mesma série? Você sabia que a JBC já publicou mais de 100 volumes de um único mangá? A nossa postagem de curiosidade de hoje vem listar as obras mais longas publicadas pelas três principais editoras brasileiras.

Atente-se que não listaremos o número de volumes total das séries no Japão e sim o número de volumes que foram publicados no Brasil até o momento (julho ou agosto de 2020). Desse modo, se uma série tiver mais de 100 volumes no Japão e por aqui só tiverem saído 70, a lista contará com setenta. Por conseguinte, se um mangá tiver 40 volumes no oriente e aqui cada um deles tiver sido dividido em dois, contaremos o número da edição brasileira. Dito isso, vamos à postagem.


JBC


Inu-Yasha (112 volumes, completo): a publicação brasileira de Inu-Yasha, de Rumiko Takashi, é a maior da editora JBC até hoje, tendo sido publicada por aqui entre agosto de 2002 e julho de 2009. A JBC dividiu cada volume japonês em dois, fazendo com que os 56 volumes originais dessem origem a 112 números. Até One Piece alcançar essa marca, essa edição também permanecerá como sendo a com maior número de volumes já editados no Brasil. Por fim, vale recordar que a JBC anunciou um relançamento de Inu-Yasha para 2021, mas essa nova edição seguirá a versão wide-ban japonesa, que compila os 56 volumes originais em apenas 30.

Negima! (76 volumes, completo): a segunda publicação mais longa da editora JBC é a de Negima!, de Ken Akamatsu. Lançada no Brasil entre janeiro de 2006 e fevereiro de 2013, a editora dividiu cada volume japonês em dois, resultando nesses 76 volumes e em uma das publicações mais longevas da empresa. Atualmente, a empresa publica UQ Holder!, uma obra que se passa no mesmo universo de Negima!.

Shaman King (64 volumes, completo): Shaman King, de Hiroyuki Takei, é mais um dos grandes títulos da editora. Publicado entre julho de 2003 e julho de 2006, a edição brasileira também dividiu cada volume japonês em dois, fazendo com que os 32 tomos nipônicos dessem origem a 64 por aqui.

Fairy Tail (63 volumes, completo): Fairy Tail, de Hiro Mashima, é a mais recente obra da JBC a figurar nesta lista, sendo lançada entre outubro de 2010 e abril de 2018. Ao contrário das outras publicações nessa lista, a editora seguiu o número de volumes originais. Além da série principal, a JBC também publicou algumas obras derivadas da série, como o Fairy Tail Zero e o Fairy Tail Gaiden.

Samurai X (56 volumes, completo): A primeira edição brasileira de Rurouni Kenshin veio com o nome de Samurai X, em alusão à adaptação em anime que passava na televisão brasileira na época. Foi lançada entre maio de 2001 e novembro de 2003, sendo completa em um total de 56 volumes. Como era comum na época, a editora dividiu cada número japonês em dois por aqui. Entre novembro de 2012 e março de 2015, a JBC relançou a obra seguindo o número de volumes originais, sendo completo em 28 tomos.

Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE (56 volumes, completo): Empatado com Samurai X na quinta posição está Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE, do CLAMP. Publicado no Brasil entre abril de 2006 e setembro de 2011, a JBC também dividiu cada volume japonês em dois por aqui, resultando em 56 números no total.

Atualmente não existe nenhuma obra da JBC que possa vir a figurar nesta lista tão cedo, pois a editora não tem o costume de licenciar mangás muito longos. Então, a não ser que títulos em andamento no Japão (como Edens Zero e Slime) sejam bem longevos, esta lista não deve mudar.


NEWPOP


Re:Zero – Light Novel (12 volumes e ainda em publicação): a light novel Re:Zero já atingiu o volume 12 no Brasil e se consagra como uma das obras que a NewPOP mais lançou volumes até o momento no Brasil, juntamente com GTO (a seguir). No Japão, a obra permanece em publicação e já soma 23 livros publicados. Re:Zero fica em primeiro lugar nesta lista porque o décimo terceiro volume já se encontra em pré-venda e deve ser lançado no início de agosto.

GTO (12 volumes e ainda em publicação): por enquanto empatado com Re:Zero, o mangá GTO é um dos títulos que a NewPOP mais lançou volumes com 12 até o momento. A empresa começou a publicá-lo em maio de 2017, mas não o lança desde junho de 2019. A editora diz que volta em breve, mas até o momento não há nenhuma data para isso. No Japão, GTO foi concluído em 25 tomos.

No Game No Life – Light Novel (10 volumes e ainda em publicação): O terceiro posto da lista das obras que a NewPOP mais lançou volumes está novamente uma light novel, No Game No Life, do brasileiro Yuu Kamiya. A empresa já publicou todos os dez livros existentes da obra e agora a empresa está esperando o autor lançar novos livros por lá. A NewPOP também já publicou a light novel Gaiden e os mangás da série.

Happiness (10 volumes – Completo): Recentemente concluído, o mangá Happiness, de Shuzo Oshimi, entrou para a seleta lista de obras com mais volumes publicados pela editora NewPOP, com 10 volumes no total. Parece ter feito sucesso, pois a editora anunciou outros dois mangás do autor, Devil Ecstasy e Aku no Hana.

Usagi Drop (10 volumes – Completo): Foi o primeiro título da editora NewPOP a alcançar a marca de 10 volumes e antes de Re:Zero e GTO o ultrapassarem, era a obra que a NewPOP mais tinha lançado volumes. Foi publicado por aqui entre agosto de 2014 e abril de 2017.

A NewPOP é uma editora pequena e, naturalmente, a maioria de suas obras são títulos curtos. Nos últimos tempos, a editora têm anunciado alguns mais longos, então esta lista pode sofrer alterações. As light novels Shakugan no Shana (26 volumes) e Zero no Tsukaima (22 volumes) fazem parte de obras prováveis. Loveless também poderia entrar na lista (afinal possui 13 volumes no Japão e ainda está em andamento), mas ele se encontra parado no Brasil há quatro anos. Log Horizon idem. Aku no Hana (11 volumes) e Made In Abyss (9 em andamento) também podem figurar em algum momento.


PANINI


One Piece (95 e ainda em publicação): One Piece já é o título que a editora mais publicou volumes no Brasil e nem poderia ser diferente já que é uma das obras com mais tomos no Japão. Em agosto sairá o volume 96 por aqui, encostando com a publicação japonesa. A Panini lança a obra desde 2012.

Berserk (80 volumes e ainda em publicação): A primeira edição brasileira de Berserk teve cada volumes japonês dividido em dois no Brasil, assim os 40 volumes originais deram origem a 80 números, tornando-se um dos títulos com mais tomos pela empresa. A Panini o publica desde maio de 2005 e agora a editora aguarda a publicação de novos volumes no Japão. Vale recordar que em 2014 a empresa relançou a obra seguindo o número de volumes originais.

Bleach (74 volumes, completo): Bleach é o terceiro mangá com mais volumes publicados pela Panini no Brasil. Saiu por aqui entre julho de 2007 e novembro de 2017.

Naruto e Naruto Pocket (72 volumes, completo): E não poderia faltar Naruto, com suas edições normal e pocket. A normal foi publicada entre 2007 e 2015. A pocket saiu entre 2010 e 2016. Ambas as publicações fecharam em 72 volumes, seguindo o número de volumes originais. A Panini, vale lembrar, trouxe várias outras obras da franquia, como o Boruto.

Naruto Gold (61 volumes e ainda em publicação): Depois de Naruto, só Naruto. O único título atualmente a poder ficar perto das cinco publicações acima é apenas a mais recente edição de Naruto, chamada de Naruto Gold.

A Panini não tem nenhum título que possa vir a entrar nesta lista em curto espaço de tempo.

5 Comments

  • cinthia mendes

    Aku no Hana que a newpop vai publicar é muito bom! Eu já li o mangá inteiro em ingles e com certeza irei comprar novamente. Aquela série do Netflix “The End of this F*cking World” tem muitos elementos que lembram o mangá. Acontecem tantas coisas “absurdas” seguidas que é dificil parar de ler. Recomendo muito

  • Marcondes Pereira

    Acho muito legal que mangás tão longos estejam sendo publicados por aqui. Concordo com o comentário da Cinthia Mendes sobre Aku no Hana, que é um mangá muito bom e tenso. E também recomendo que leiam GTO, é um mangá divertido, emocionante e muito inspirador.

  • LonePrayer

    Se a Panini continuar publicando JoJo até a Parte 8 ele entra nessa lista com uns 80 volumes lá pra 2029 XD

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: